sexta-feira, 29 de outubro de 2010

Chegou a hora! O que levar para a maternidade? Calma! A CORDVIDA te ajuda.


Chegou o tão esperado momento: a hora de ir para a maternidade.

Mil sentimentos se misturam e a ansiedade é grande. Para que você não tenha mais uma

coisa para pensar, vamos te ajudar com uma listinha dos itens indispensáveis para sua internação e chegada do bebê.


Em primeiro lugar, lembre-se que é bom deixar a sacola pronta a partir do sétimo mês de gestação, afinal de contas, não podemos prever quando o seu bebê vai querer aparecer!

Vamos começar pela sacola do bebê:

- creme para prevenção de assaduras

- pacote de fralda descartável (tamanho recém-nascido)

- conjunto pagão com calça

- conjunto de lã de acordo com o clima

- macacão de recém-nascido

- lençol de bercinho

- manta (de acordo com a estação)

- fraldas de pano (brancas, sem pintura)

- escovinha macia para cabelos

- sapatinhos e luvas de lã (no frio)

- lembrancinhas

- enfeite de porta

Agora, vamos revisar os itens da sacola da mamãe:

- pacote de absorvente próprio para o pós-parto

- chinelo de quarto

- jogos de camisolas que sejam de fácil manejo para a mamentação

- calcinhas de tamanho maior do que usava antes de engravidar

- cinta pós-parto

- roupa para o dia de alta

- sutiãs de amamentação

- protetores de seios

- máquina fotográfica

- produtos de higiene íntima: escova de dentes, escova de cabelos, shampoo, sabonete, creme dental, toalhas...

Não se esqueça dos seus documentos!

RG da paciente Carteira de convênio (caso tenha convênio, o Hospital exige na internação) CIC e RG do marido (ou acompanhante), 
guia de internação (informe-se junto ao seu convênio se pode ser fornecida antes do parto, pois facilita muito no momento de internar).

PS: Não vale voltar para a casa só porque esqueceu um item ou outro, o parto é a prioridade, e a mamãe precisa ser atendida. Portanto, se você lembrou no meio do caminho, deixe para trás. Depois que você for atendida e cuidada, o seu marido, parente ou amigo pode voltar para pegar algum item importante que foi esquecido.


Fonte: Guia do bebê

Fonte da Imagem: Gisleide Fernandes

quinta-feira, 28 de outubro de 2010

A CORDVIDA ajuda as futuras mamães na organização do primeiro trimestre de gravidez


A CORDVIDA vai dar dicas para ajudar na organização das futuras mamães nos três primeiros meses de gravidez.

1º Mês: Geralmente a mulher descobre a gravidez quando está entre 15 dias e um mês de gestação. Assim que você desconfiar, procure seu médico e confirme se está mesmo grávida. Se a resposta for positiva, quer dizer que podemos passar para as dicas do segundo mês.


2º Mês: Em sua primeira consulta pré-natal, é comum que o médico solicite uma série de exames necessários para checar sua saúde e tipo de sangue. O primeiro ultra-som pode ser também realizado para que o tempo de gravidez seja determinado.

O segundo mês também é momento de avisar a família e os amigos da gravidez, apesar de alguns casais preferirem esperar mais tempo.

A prática de exercícios é adotada por parte das grávidas, mas também é possível esperar até o terceiro mês. A atividade física é importante para a gestante, por isso, converse com seu médico e informe-se.

Não se esqueça de seguir as dicas para a mamãe, como a aplicação de hidratante para evitar as estrias.

3º Mês: Se você e seu médico optaram pelo exame de biópsia do vilocorial (amostra de tecido da placenta para verificar a saúde do feto), marque entre a 9ª e a 12ª semana.

O final do trimestre é a fase ideal para falar sobre a gravidez no ambiente de trabalho, já que nesse período a mulher perde o excesso de sensibilidade do início da gravidez. Se você apresentar um quadro que precise de maiores cuidados ou enjoe muito, esta é hora de comunicar a sua empresa, principalmente se o seu cargo for de muita responsabilidade.

O terceiro mês também é uma boa hora para revelar a gravidez aos filhos pequenos, que provavelmente já devem ter notado que algo diferente está acontecendo.

Não é tão cedo assim para começar a planejar o quarto do bebê, principalmente se você for fazer grandes mudanças na casa para recebê-lo. Pense que ter tudo pronto antes é um benefício para o bebê, já que se as coisas forem antecipadas, o cheiro de tinta, por exemplo, já terá desaparecido.

Continue acompanhando a CORDVIDA para ter acesso a mais dicas para a mamãe.

Fonte: Revista Crescer

Fonte da imagem: PicsDigger

quarta-feira, 27 de outubro de 2010

Informativo CORDVIDA

Gostaríamos de prestar alguns esclarecimentos a respeito do texto “Sangue do cordão umbilical: doar ou congelar para uso próprio?”, publicado no espaço “Página Einstein” na edição 2188 da revista Veja de 27/10/2010.


O debate atual sobre se vale a pena pagar pelo armazenamento privado, ou não, se caracteriza por uma polarização pouco transparente. Se por um lado, alguns bancos privados fazem propaganda sensacionalista vendendo as células-tronco do SCU como a cura para todos os males, por outro, alguns profissionais de saúde declaram que o armazenamento privado “não serve para nada”. Nós da CordVida discordamos veementemente de ambas as posturas.


Por muito tempo profissionais médicos como pediatras consideravam como um risco quase remoto a probabilidade de uma pessoa vir a precisar de um transplante de medula. De fato, a incidência de doenças como a leucemia de 0 a 20 anos é de apenas 1 em 11.4943 . Entretanto, estudos recentes demonstram que a probabilidade de uma pessoa vir a precisar de um transplante de células-tronco ao longo de toda a sua vida de 0 a 70 anos é muito maior: de 1 em 220 (ou 0,23%)4. Se este risco justifica ou não o armazenamento privado do SCU, é uma questão muito pessoal, que deve ser discutido com o médico da família, levando em conta, entre outros fatores, o quanto o custo do procedimento pesa no orçamento familiar.

Veja este texto na íntegra por aqui.

terça-feira, 26 de outubro de 2010

CORDVIDA: Perspectivas para células-tronco

Nos próximos anos, serão colhidos os frutos das pesquisas que estão sendo realizadas em torno dos tratamentos e avanços com células-tronco. Os resultados mostrarão quais células são mais adequadas para cada tratamento e doenças e o valor das células adultas, como as encontradas nas gorduras e no cordão umbilical. Doenças como o Parkinson e diabetes, assim como a ajuda no tratamento de pacientes paralíticos também serão pontos com ganho de benefícios importantes.

O conhecimento básico sobre biologia humana adquirido nos estudos das células-tronco poderá gerar formas indiretas para a melhora da qualidade de vida de todos.

No Brasil, os Ministérios da Saúde e da Ciência e Tecnologia estão investindo adicionalmente em pesquisas com células-tronco; a Rede Nacional de Terapia Celular foi criada a fim de estruturar o esforço nacional de pesquisa em terapia celular e ampliar a geração de conhecimento por meio de maior interação na comunidade científica, além de qualificar novos profissionais.

Os pacientes apresentam urgência na resolução de seus casos, causando um ambiente de pressão para que as pesquisas com as células-tronco sejam realizadas rapidamente. Porém, o desenvolvimento científico precisa ser feito com responsabilidade e cautela, para que as pessoas não sejam submetidas a riscos desnecessários.

Fonte: Artigo Dossiê Células-Tronco por Lygia V. Pereira

quinta-feira, 21 de outubro de 2010

CORDVIDA: COMO SE SENTIR MAIS BONITA NA GRAVIDEZ


É sempre importante lembrar que o seu corpo vai sim mudar durante a gestação, e que o seu controle sobre isso é praticamente nulo. Mas quem disse que não dá pra ser uma grávida bonita?

Hoje vamos dar algumas dicas para que o período de gestação não deixe sua vaidade ir embora.





Maquiagem

De acordo com a famosa maquiadora norte-americana Bobbi Brown, “A maquiagem pode fazer milagres durante a gravidez. Pode ser usada como um instrumento para (a mulher) se sentir bonita e dona de si".

Atividades

O exercício com objetivo de manter o bem-estar ao invés do emagrecimento pode ser uma experiência muito prazerosa. A atividade física promove vários benefícios e previne a grávida de futuros problemas de saúde. (veja um pouco mais no texto do Alexandre)

Forma de se vestir

Se voce acha que só por estar grávida deve usar batas, tons pastéis e roupas de malha, esqueça!

A melhor forma de manter sua vaidade ativa e se sentir bonita é continuar se vestindo da maneira que você gosta. O preto é uma ótima pedida, sendo uma peça-chave no quesito combinação.

Não abra mão do seu estilo, compre aquilo que te agrada, afinal, sempre é possível pedir aquele vestidinho em um tamanho maior.

Você adora um jeans? Não abra mão! Existem jeans adaptados para gestantes e super confortáveis.

Cuidados com a pele

As mudanças na pele variam para cada mulher. Sua pele pode ficar maravilhosa ou seca e manchada, é tudo uma questão de sorte.

Um hidratante pode mudar a aparência da pele e quem sabe até ajudar a evitar o aparecimento das estrias.

Mimos

Que tal se dar de presente um dia de caprichos com o corpo? Vá ao cabeleireiro, faça mãos, pés, permita-se distrair e se sentir mais bonita. Massagens são também uma ótima pedida, sejam elas feitas por amigas, seu companheiro ou até um profissional.

Fonte: Revista Materlife

Fonte da imagem: Fashionmamabybru

quarta-feira, 20 de outubro de 2010

CORDVIDA: DECISÕES EM FAMÍLIA


A opção de armazenar as células-tronco do seu filho em um banco privado é uma decisão que deve ser tomada em família. No entanto, é sempre bom fazer um levantamento das informações relevantes.

A identificação de células-tronco na SCUP revolucionou a área de hematologia/oncologia e abriu novas perspectivas de tratamento para dezenas de doenças. Por enquanto, o SCUP é a única fonte alternativa de células-tronco adultas cujo uso clínico já está consolidado para as doenças tradicionalmente tratadas com transplante de medula óssea. Já para o tratamento de doenças mais comuns, o SCUP segue em fase de testes clínicos junto com as células-tronco da medula.


Fonte: Artigo Dossiê Células-Tronco por Lygia V. Pereira

Fonte da imagem: Cristiana Arcangeli

terça-feira, 19 de outubro de 2010

A CORDVIDA TRAZ A LISTA DE DOENÇAS TRATÁVEIS COM CÉLULAS-TRONCO


Confira aqui a lista das doenças tratáveis com o uso das células-tronco.

Para uma melhor visualização, clique na foto.

A CordVida sabe o quão importante é preservar uma vida, e reconhece os benefícios de saber utilizar os avanços e descobertas da medicina da melhor forma possível.

Milhares de casais estão adotando o método de coleta e armazenamento de células-tronco do cordão de seus filhos. Para mais informações, visite: http://bit.ly/bo9zM2

segunda-feira, 18 de outubro de 2010

CORDVIDA MOSTRA OS BENEFÍCIOS DE SE EXERCITAR NA GRAVIDEZ

Exercitar-se durante a gestação não só é bom para você e o bebê, mas também faz com que você tenha seu corpo de volta mais rapidamente após o nascimento.

Muitos estudos tem demonstrado com consistência de que exercícios de fortalecimento e aeróbicos moderados podem reduzir o risco de diabetes gestacional, pré-eclampsia, constipação e câimbras, alem de te dar mais energia para a hora do parto.

Com a autorização de seu médico, toda mamãe deveria se exercitar ao menos por 30 minutos de atividade moderada em quase todos os dias da semana. Esses exercícios irão aumentar a circulação e o fluxo sanguíneo para você e seu bebê, alem de melhorar a postura e prevenir dores nas costas, normalmente associadas ao aumento da barriga. Não perca tempo! Consulte seu médico, encontre um profissional capacitado para lhe orientar nos exercício e adeus preguiça!

Estas dicas foram dadas pelo professor Alexandre Alves, da Body Pregnant Fitness.

Confiram o site e matriculem-se já!

sexta-feira, 15 de outubro de 2010

CORDVIDA: Técnica com células-tronco devolve sensibilidade e reflexos a paraplégicos

Vinte brasileiros serão os primeiros escolhidos para testar um tratamento com células-tronco que promete a recuperação da sensibilidade e dos reflexos dos pacientes.

O estudo está sendo desenvolvido em Salvador.

Ricardo Ribeiro, coodenador do estudo, declarou que a segurança do procedimento (riscos e efeitos colaterais) será testada na primeira fase. Na fase seguinte, (sem data prevista)a pesquisa receberá outros 40 pacientes.

Veja declaração de Ricardo Ribeiro:

“Na primeira fase já esperamos que a qualidade de vida desses pacientes melhore, principalmente em relação ao controle dos esfíncteres anal e uretral. Se conseguirmos que eles tenham essa melhora, já será um ganho”

Os testes foram feitos inicialmente em cães e gatos paraplégicos, que apresentaram resultados em menos de um mês. Em quase metade dos casos, os animais recuperaram parcialmente os movimentos.

A segunda fase ainda está em andamento e você pode se inscrever enviando um e-mail para: ticiana@cbtchsr.org.


Fonte: Terra

quinta-feira, 14 de outubro de 2010

CORDVIDA RESPONDE: As mães podem viajar de avião durante a gravidez?

Existem restrições para viagens durante o primeiro e segundo trimestres de gravidez?

Viajar durante estes períodos é seguro a não ser que você tenha complicações (escape, diabetes, pressão alta) ou já tenha tido um bebê prematuro. Se esse for o seu caso, é sempre bom consultar o seu obstetra.


Viajando de avião no ultimo trimestre da gestação. Existe algum risco?

Se você não tem nenhum tipo de complicação, não estiver grávida de mais de um filho ou não tenha tido partos prematuros anteriormente, geralmente não existe problema em viajar até a 36a semana.

Lembre-se de consultar a companhia aérea para se informar sobre eventuais restrições de vôo.


Fonte: Revista Materlife

Fonte da imagem: Melhor Amiga


Continue nos acompanhando para tirar suas dúvidas e curiosidades sobre o período da gestação.

quarta-feira, 13 de outubro de 2010

A CORDVIDA SEPAROU DICAS PARA O PAPAI CRIAR VÍNCULOS COM O BEBÊ


O seu tão esperado bebê finalmente chegou. E é claro que o seu desejo é ter o melhor relacionamento possível com seu filho. Ao mesmo tempo, todo pai sabe que nas primeiras semanas o bebê só quer saber de mamar e dormir, e por esse motivo a mãe tende a ficar mais perto da criança.

Não se desespere! Afinal, o tempo vai fazer com que você e seu filho desenvolvam a relação especial que você tanto deseja. Enquanto você espera esse tempo passar, confira algumas dicas para te ajudar a com a difícil situação de “vela”:

1 – Que tal um pouco de informação?

Aquela pilha de livros e revistas sobre gravidez e bebês na prateleira da sua mulher pode te trazer uma série de curiosidades legais e tirar eventuais dúvidas.

Parentes e amigos que já tenham passado pela experiência da chegada de um bebê podem acrescentar bastante coisa nesse momento. Não se envergonhe de fazer perguntas e questioná-los sobre como eles lidam com os bebês.

2 – Pratique!

Existe melhor jeito de aprender do que na prática? Não tenha medo de tentar. Diferente do que muitos dizem, as mães não tem um “dom” de saber o que fazer, elas também aprendem na prática. No início você pode se sentir um pouco desajeitado, mas com o tempo você pegará o jeito de fazer as coisas.

3 – Tempo

Reserve o seu tempo para participar da vida do seu bebê, afinal não será nada fácil se aproximar do seu filho se você não se dedicar. Reservar um tempo na volta do trabalho e aos finais de semana é uma boa pedida. Passeios de carrinho pelo bairro, dar colo, contar histórias e cantar são ótimas opções (lembrando que não é cedo demais para isso).

4 – Assumindo a responsabilidade

Procure conquistar seu espaço e assumir responsabilidades em relação aos cuidados com o bebê. Isso pode gerar um certo protesto com sua mulher, mas vai valer a pena!

5 – A hora de mamar

Sim!Você pode ajudar nos momentos de amamentação. Como? Levando o bebê até a mãe, fazendo o bebê arrotar, e porque não tentar dar o leite da mãe via mamadeira? Você poderá estabelecer uma intimidade com seu filho, além de vivenciar momentos especiais.

6 – Contato Físico

O contato físico é muito importante, e no caso dos pais serve de complemento, já que as mães costumam ser mais delicadas com o bebê. Brincar de “cavalinho” e “aviãozinho”, por exemplo, são ótimas pedidas. Mas não se esqueça de fazer tudo com cuidado para que o bebê não fique exposto a qualquer tipo de risco. Sem esquecer que o carinho do papai também é válido!


Fonte: Revista MaterLife / Setembro 2010

A CORDVIDA DESEJA A TODOS UM FELIZ DIA DAS CRIANÇAS

segunda-feira, 11 de outubro de 2010

CORDVIDA: CÉLULAS-TRONCO E OBESIDADE. PRÊMIO NOBEL?

Os cientistas apontados como favoritos para o prêmio Nobel de Medicina, Física e Química são principalmente os pesquisadores que descobriram as células-tronco e o hormônio do apetite, e que utilizando estes conhecimentos, propuseram que a "energia escura" está ajudando a expansão do universo. Os mesmos cientistas ainda desenvolveram os "chios genéticos".

Um cientista da divisão de Saúde e Ciência da Thompson Reuters, fez as previsões, utilizando a "Teia do Conhecimento" (ferramenta de empresa que quantifica as citações dos trabalhos por outros cientistas ). É bastante comum que pelo menos um dos cientistas citados nesta lista fature um Nobel.

Para o Nobel deste ano, dois cientistas foram indicados pela descoberta da Leptina (hormônio ligado ao apetite e obesidade): Douglas Coleman, do Laboratório Jackson, do Maine, e Jeffrey Friedman, da Universidade Rockfeller, NY.

Também foram indicados, Ernest McCulloch e James Till (Instituto do Câncer de Ontario, Canadá), descobridores das células-tronco da medula óssea no início da década de 1960. Além deles, ainda citaram Shinya Yamanaka, da Universidade de Kyoto e do Instituto Gladstone de Doenças Cardiovasculares (San Francisco), que descobriu em 2006 como poderia ser feita a produção de células-tronco pluripotentes produzidas a partir de células cutâneas comuns.


Fonte: Terra


Os estudos relacionados as células-tronco só aumentam, e a importância nas descobertas nesse ramo estão sendo cada vez mais reconhecidas.

A CordVida sabe o quão importante é preservar uma vida, e reconhece os benefícios dos avanços e descobertas da medicina. Milhares de casais estão adotando o método de coleta e armazenamento de células-tronco do cordão de seus filhos. Para mais informações, visite: http://bit.ly/bo9zM2